A Deus toda Glória

A Deus toda Glória
Jesus, meu maior amor

Quem sou eu

Minha foto
Oi, meu nome é Najana, tenho 36 anos, sou mãe de quatro filhos. Sou formada em Psicologia, membro da Terceira Igreja Batista de Presidente Prudente - SP e seminarista. Sou mulher, mãe e amiga. Daqui há um tempo serei oficialmente missionária, se Deus quiser, e aí? ahh e aí...aí que vou rodar esse mundo levando a semente do Evangelho. Minha maior alegria é falar de Jesus e ajudar as pessoas. Amo gente, amo estar perto de gente, amo ser tocada, amo pessoas de todas as classes, gêneros, sem distinção. Sou de Cristo, vivo na contramão do sistema. Gosto muito de ler também, estudar, enfim, me considero uma cristà que pensa e atua no mundo em que vive. Espero que gostem do Blog e fiquem a vontade. Postem seus comentários pra que eu possa conhecer melhor vocês, por favor. Sejam muito bem vindos e contem comigo sempre. Deus abençoe cada vida que passar por aqui. Espero que possa fazer muitas amizades também. Um beijo grande em cada coração!

Boa Novas

Estudo Bíblico

Estudo Bíblico
Se você quer conhecer Jesus na sua casa, entre em contato comigo. Eu, juntamente com um grupo de pessoas da minha igreja, iremos até você para estudarmos a Bíblia juntos, orarmos e te ajudar, caso esteja passando por problemas. Isso não te custará nada. Sempre será um prazer levar a mensagem de Cristo!
Meu email: napioch@bol.com.br
Meu celular: (18) 81329613

Vigiar e Orar

Tudo Sobre Missões

Arquivos do Blog

Receba por Email

O Ide de Jesus

Amados, eu não poderia deixar de compartilhar com vocês sobre missões.

Jesus, após subir ao céu, deixou Sua Igreja, incumbida, de dar continuidade ao Seu ministério.

A palavra Igreja vem do grego e significa "chamados para fora". Portanto, se você acha que, a igreja é seu ponto de chegada, gostaria de informar que é seu ponto de partida e que Jesus nos orienta a irmos por todo o mundo e pregarmos o evangelho a toda criatura.

Deixo aqui dois sites sérios e interessantes para que vc saiba mais sobre missões.

Orem a Deus e optem por orar e/ou contribuir e/ou ir à campo.

Que Deus abençoe vocês grandemente!!

http://www.jmm.org.br/

http://www.jmn.org.br/

Clique e Confira!

Meu Emagrecimento

Cliquem aqui para ver

E sigam!!!rs

Beijos, fiquem com Deus



Fale comigo!

Minha filha

Loading...

Minha Igreja Amada!

Terceira Igreja Batista
de Presidente Prudente

Pastor: Ciro Dutra

Rua Antônio Mungo, 594.
Jd. São Domingos.


Horário dos Cultos:
Domingo - 09h00 - EBD
Domingo - 19h30 - Culto
Quinta-feira - 20h00 - Culto e Oração

Façam uma visita e se
tiverem pedidos de oração,
me escrevam!



Estarei sempre aqui,
conte comigo!
Beijinhos
.

Tecnologia do Blogger.

Aproveite o seu dia!

Procure Ajuda!

Procure Ajuda!

Seguidores

Passando aqui

30 de janeiro de 2012
Como falei no post anterior sobre minhas tentativas desastrosas de acertar..rs, achei legal compartilhar com vcs o post mais que humano que eu li ontem, do Juliano Fabrício Ferreira. Clique aqui , para acessar o post no blog dele. Vale muito a pena conferir seu blog inteiro tb..rs
Eu não quero ser muito invasiva, porque aqui ele fala do nascimento do seu filho. É que achei tão humano, tão sensível, o que ele escreveu que, ontem mesmo, após ler, ou melhor, logo ao iniciar a leitura, já estava chorando..rs.
Olha só o que ele escreve. Vou colocar em negrito o que mais me chamou atenção, apesar de tudo ser muito lindo. Quem quiser ver a fotinha do Zemí é só ir lá no blog dele, ok?rs
Segue abaixo:
Já ensaiei várias vezes para escrever esse post, acho que é a hora para fazê-lo. Este é um post para o meu segundo filho que nasceu hoje: o José Miguel. Carinhosamente chamado de “Zemí” por nós. Naturalmente esperamos que sua personalidade seja como a dos pais, mais um inconformado com este mundo. 

Seu nascimento foi planejado dentro do possível. Só não sabíamos quando, como, onde e com que dinheiro. Mas se ao ler esta carta num futuro distante, houver dúvida em seu coração sobre o amor de Deus por sua vida, saiba que nós não temos dúvida nenhuma a respeito do quanto céus e terra foram movidos para que tudo fosse perfeito neste dia especial. 

A nossa vida até hoje tem sido bagunçada e em busca dos propósitos de Deus. Sabe quando falta ganância para simplesmente desperdiçar a vida correndo atrás de coisas passageiras? Pois é. Nós escolhemos há um bom tempo ouvir e obedecer a Deus. Mesmo quando nosso coração vacila ou quando nem tudo faz sentido, com todas as nossas limitações e inconstâncias, conseguimos permanecer de pé. Tenha a certeza de que não somos bons, aptos ou preparados. Simplesmente a misericórdia de Deus se estendeu sobre nós todos os dias. E então você chegou e vai fazer parte disso tudo. 

Há menos de uma semana, enquanto tudo estava sendo ajeitado para que você tivesse um quarto, perdi a conta de quantas vezes nos frustramos com a falta de dinheiro pra fazer as coisas acontecerem com queríamos. Mas… por algum motivo os céus se abriram mais uma vez. E tudo deu certo. Apenas nos lembramos de que os pássaros do céu não semeiam e nem ceifam e mesmo assim eles tem o que comer todos os dias. Pois é assim que a nossa família aprendeu a viver. 

Claro que eu chorei. E isso com certeza vai ser registrado. Mas ninguém nos tira a felicidade de pensar que, de uma forma ou de outra, Deus trouxe à existência mais um grande homem. 

                                 ______________

Achei lindo ele dizer  que, Deus estava trazendo à existência um grande homem. Eu creio nisso. Creio que Deus, move os céus mesmo, quando quer nos abençoar e nos usar como instrumentos Seus para que nossos filhos sejam usados em Seus propósitos. Achei super sensível e humano ele compartilhar das dificuldades que passou para que tudo ocorresse bem. Sim, Deus move os céus quando Ele quer nos dar algo. Achei muito legal ele contar que às vezes acha que tudo tá meio bagunçado, porque não é fácil discernir a voz de Deus não, como também não é fácil, muitas vezes, estar sob Sua vontade, porque para os nossos olhos não nos parece que algumas situações seja a vontade de Deus. Quando eu cheguei em Mossoró, RN,  em Dezembro, mandei um email pro meu pai, que, mesmo não sendo cristão, acho que me entendeu..rs (conto muita coisa pra ele, acho que tudo..rs, com ele eu brigo, faço as pazes, fico com raiva, conto minhas tristezas, alegrias tb, graças a Deus porque, de um modo ou de outro, ele me suporta..rs).
Então, mas voltando ao assunto, eu havia assistido um desenho do nascimento de Jesus com Carol e é engraçado né, mas quando vemos algo, é mais fácil entender a história. Nunca havia pensado no que pode ter passado no coração de José e Maria quando eles, fazendo a vontade de Deus, Maria dando a luz a Jesus, não encontraram uma hospedagem para que Ele nascesse. Ele foi nascer numa cocheira...
Acho que se isso acontecesse com a gente, de imediato, pensaríamos "Ué Senhor, o que tá acontecendo?" ou, "O que eu tô fazendo de errado".
Mas, ao estudarmos esta passagem, vemos que, foi exatamente assim, que Deus planejou. Porque Deus, não queria que Jesus, viesse ao mundo para reinar ou dominar, mas que Ele fosse, desde o início, humilde e servil. Jesus, o Rei dos reis, não quis dominar Seu povo, veio "apenas" para salvar-nos e para dar a Sua vida por amor de nós.
Por isso, ele nem nasceu em Jerusalém, que seria a capital. Nada de centro, nada de foco, nada de luzes...
Que isso nos sirva de lição, de exemplo a seguir.
Nós cristãos, passamos por muitas dificuldades mesmo, porque ser cristão quer dizer ser parecido com Cristo e, isso significa, abrir mão da busca exagerada pelo dinheiro, do prazer próprio, renunciar ao próprio eu, aos desejos pessoais e viver pela fé. Não faço apologias à negligências, à preguiça. Não. Mas, viver pela fé, significa, muitas vezes, estar a uma semana para o nascimento de um filho e, não saber ainda, como serão providênciadas todas as coisas para recebê-lo, mas crer que não importa como e sim que Deus vai prover, porque se está debaixo da vontade Dele.
Acho que, relendo o post do Juliano, nem preciso falar mais nada. Me identifico muito com essa postagem e sei que, é mesmo assim, falhamos mesmo, mas queremos acertar e buscamos acertar. Às vezes nosso coração, vacila, achamos que "aff, dessa vez não vai dar" e dá, porque Deus é conosco e Sua misericórida se renova a cada manhã sobre as nossas vidas.
Um beijo grande a todos,
Fiquem com Deus




\
Oi meus queridos e queridas..rs.
Em uma fase aonde estou tentando colocar meus desejos árduos, submissos à vontade de Deus, essa música falou muito ao meu choroso coração rs ontem no culto e durante o dia de hoje. Aos que a conhecem, que façam dela sua oração diária e, aos que não a conhecem, que meditem nela.
Novamente, vale repetir a frase: Ser salvo não custa nada, ser discípulo custa tudo!!!
Eu QUERO Senhor, te dar o meu tudo. Capacita-me pela Tua Santa misericórdia!!!
Eu creio sinceramente que Deus, separa a Sua Igreja, dentro da igreja. Em meio ao arraial evangélico, existe, dentro dele, os escolhidos para serem verdadeiramente servos do Senhor. Uma igreja santa, sem máculas, lavada no sangue de Cristo. E é essa igreja que vai subir com Jesus. Por isso, que muitos não entendem o que é ser cristão, o que é uma conversão, por isso, que muitos não crêem em Jesus, porque a suposta igreja de Cristo, àquelas que mais estão em foco na mídia, são justamente as que usurpam do Evangelho de Jesus, que nos causam escândalos. Nós, muitas vezes, também não damos um bom testemunho e seremos responsabilizados por isso.
Rogo a Deus que, através da Sua misericórida nos ajude a testemunharmos do Seu amor na terra. Que venhamos a fazer a diferença.
Ahhh...meu coração é tão cheio de anseios e me vejo tão falha...
Parece que quando penso que vou acertar, aí é que erro.
Que Deus tenha misericórida do Seu povo para que não sejamos rejeitados como foi Saul, que não encontrou lugar para perdão. Esses dias eu li que, ele não foi perdoado, porque na verdade, não houve arrependimento em seu coração. Porque Deus quer o nosso coração...inteiro!
Como diz a Dany, com Deus ou é tudo ou NADA!!!
Espero que gostem do louvor.
Bjs no coração!!
Deus abençoe!!
Oiiii

Hoje, só quero compartilhar com vcs a resposta de Deus, que recebi para os desejos do meu coração que eu entreguei a Ele.

Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e Ele tudo fará (Salmos 37:5) !!!


Uma linda semana a todos
Deus abençoe!!!
Bjs no coração!

FOTO LINDAAAA DO TRIO PARADA DURA:
29 de janeiro de 2012




26 de janeiro de 2012


Ficamos porque acreditamos...
Não consigo fazer nada se não estiver apaixonado. Mesmo que possa parecer pieguismo, confesso: só tenho êxito quando realizo coisas que me dão prazer, algo que faça meu coração acelerar.

Por isso a mesmice me apavora, a rotina me enfada, o conforto me desencanta. Tenho medo do fracasso. Sempre tive... É daí que vem essa ânsia de realizar, de construir, mesmo quando o melhor seria ficar parado.  No fundo, é o desespero, lembrando de Nietzsche, de não me tornar nunca aquilo que sou, ser apenas um rosto na multidão, ou, como diz a frase da música do Pink Floyd, “apenas um tijolo a mais na parede”.

Quando eu fico, é porque acredito. Minha obstinação consegue ser obtusa. Sou capaz de perseverar até mesmo no erro. Por vezes, vou de encontro à razão, ao óbvio. Para mim, abandonar algo é uma das coisas mais difíceis da existência, seja um amor, um trabalho, um sonho ou uma amizade.

Fugimos porque nos desiludimos...
Alegoricamente falando, eu sou Hebreu. Sim, sou um ser desalojado, um andarilho da existência, homem de “tendas”... Já dei muitas voltas ao mundo sem sair do meu “cantinho”... Detesto a fixidez, o dogma, a norma, a lei. Fujo daquilo que é hermético, tenho horror à censura, não curto regras nem dominação. Bem disse a Rita Lee: “será que tudo que eu gosto é ilegal, é imoral, ou engorda?”. Desculpe... Não se escandalize...

Mas creia-me, há situações em que é preciso largar, deixar ir, deixar-se levar... Parece covardia, mas não é! Trata-se de virar a página, renovar “aromas”, saber que “é claro que o sol vai voltar amanhã, mas uma vez, eu sei...”. Só a desilusão é capaz de me remover, arrancar as estacas que finquei no chão da vida, me tirar de algo ou de alguém. Sim, quando me desiludo eu fujo, “peço a conta” e vou embora, não meço, sequer, as conseqüências.

Voltamos porque estamos perdidos...
“Caindo em si, disse: vou voltar...”. Foi à decisão do “filho pródigo”. Caiu em si... Caiu para cima e para dentro, teve a ousadia de perceber-se incompleto, a petulância de reconhecer-se como, de fato, era. Sim, nós voltamos quando nos perdemos, sobretudo, quando nos desencontramos de nós mesmos...

Mas isso só os "grandes" podem realizar, porque o caminho de volta é sempre doloroso e solitário. Quem volta sempre tenciona “chegar por cima”, com “ares de festas e luas de prata”. Mas, não raras vezes, ao retornarmos, a única coisa que trazemos na “bagagem” é apenas um punhado de desilusões...   

Morremos porque nos comprometemos...
Fico pensando até onde vai a minha fé, se eu seria capaz de morrer pela causa do Evangelho? Viver por Jesus é fácil. Morrer por Ele...? Nietzsche afirmou certa vez que no ocidente cristão já houve um tempo em que as pessoas estavam dispostas a morrer por Deus, pela pátria e pela família. Contudo, para ele, esse tempo já havia terminado.

Parece mesmo verdade... Ninguém está disposto a morrer por mais nada. Somos uma geração sem referências, sem destino e sem consciência. Já dizia o Raul Seixas em sua canção: “eu não sou besta pra tirar onda de herói...”. Talvez eu seja um dos últimos “tolos”, alguém que ainda se angustia com estas questões... É, talvez eu morresse por Jesus; talvez...  

“Ficamos porque acreditamos. Fugimos porque nos desiludimos. Voltamos porque estamos perdidos. Morremos porque nos comprometemos”.

Este texto não é “religioso”. Nele não tem doutrina, nem apologética, nem tão pouco sistematizações. Não fiz citações bíblicas, não me utilizei da hermenêutica, nem mesmo fiz alusão a algum dos personagens das Escrituras. Por isso, é provável que não lhe sirva para absolutamente nada. Ele é apenas um desabafo. É que eu estou fazendo uma faxina na alma, revirando “entulhos”.

Por isso, digo-lhe de todo o coração: o que afirmei é, para mim, verdade. Sei que sou responsável e culpado por aquilo que escrevo, mas não pelo que você entende...

Mais um texto apaixonante de Carlos Moreira

Esse dia chuvoso tá rendendo..rsrs
Bjs
Mais um texto do Carlos Moreira, fuçando no Google, achei o blog dele. Clique aqui pra ler.
Tinha que ser do Nordeste. Eita povo poético. Amooo.
Depois que eu voltei do Nordeste, preciso confessar que o desejo do meu coração é voltar. Não pra ficar na minha tia, apesar de todo o meu agradecimento, porque ela acabou abraçando de supetão um sonho que não era o dela pra aquele momento, mas pra morar lá em minha casa, trabalhar e servir ao Senhor. Como estou na busca das respostas de Deus pra estas e outras questões, ler a Bíblia e alguns sites e blogs cristãos é minha ferramenta pra ver se ouço Deus falar.
Segue o texto:


Já experimentei muita frustração na vida. Não raras vezes senti aquele azedume na boca, tive a sensação de ser sufocado por algo que me sobreveio com o propósito de roubar-me o fôlego, suspender-me do chão da existência e deixar-me dependurado entre o nada e o quase... Mas eu sou teimoso, nunca canso de tentar ser! Henry Ford afirmou: há mais pessoas que desistem, do que pessoas que fracassam!”.

Eu sempre acreditei que Deus prefere o desconsolado sincero ao que falsamente se veste de alegria. É por isso que na parábola dos dois filhos mandados ao campo, contada por Jesus, apenas o que disse que não ia, e foi, trouxe alegria ao coração do Pai. Esteja certo, o lamento sincero é melhor do que a oração falsa, ou, como bem citou Clarice Lispector, “antes o sofrimento legítimo do que o prazer forçado”.

A verdade é que eu acho que, às vezes, Deus teima em ser do contra. Talvez isso nunca tenha acontecido com você, mas, comigo, tem sido recorrente. Lembro de Jeremias, no capítulo 1, ouvindo Deus falar: “Eu hoje dou a você autoridade sobre nações, para arrancar, despedaçar, arruinar e destruir; para edificar e para plantar". Alguns anos mais tarde, todavia, já carregado de dores e de perdas, com os cômodos da alma cheios de sombras e cinzas, tendo encarnado em si mesmo a aridez de existir, o profeta, no capítulo 20, diz ao Todo Poderoso: “você me enganou, eu fui enganado!”.  

Sei bem o que é isso... Houve muitos momentos em que, prestes a realizar algo, senti como se uma serra “amputasse” minhas pernas. Já “morri na praia” muitas vezes! Dei voltas e voltas ao redor do mundo mas, quando fui ver, sequer havia saído do lugar. Sim, já tive muitos dos meus sonhos despedaçados e, por vezes, engoli a seco o choro que escorreu pela face. Já tive de abandonar, de desistir, deixar ir, deixar pra lá, deixar partir. Quando Deus cisma, meu “mano”, quando Deus “embirra”, quando diz “não!”, creia-me, não há nada que possa ser feito; a porta se fecha pelo lado de fora e ninguém é capaz de abri-la.

Foi assim com Moisés, servo do Senhor, que durante 40 anos peregrinou com o povo de Israel pelo deserto. Quando toda aquela geração morreu, sobrando apenas Josué e Calebe, Moisés inocentemente achou que iria possuir a Terra de Canaã, imaginou que alcançaria a promessa feita aos Patriarcas, erroneamente concluiu que o esforço de toda uma vida seria, enfim, justificado. Mas Deus tinha outros planos! “Moisés, para você termina aqui! Veja os campos de longe, contemple com seus olhos, pois você ali não entrará. Sim, você morrerá aqui, neste monte, mas jamais porá seus pés na Terra Prometida”.

Deus diz não! Não sei por que, não sei pra que, mas sei que diz! Diz não quando a gente mais quer algo, quando a gente está quase tocando aquilo que é nosso mais profundo desejo. E esse não, desgraçadamente, acontece quando menos esperamos, quando, sequer, para ele nos preparamos. Mas isto é maravilhoso! Sim, é estarrecedor saber que esse Deus tem de fato o controle de todas as coisas: quando quer, diz sim. Quando não quer, diz não! E pasmem: seja o que for, funciona do jeitinho que Ele determinou. 

Quero lhe confessar algo, com coração compungido: a vida é mesmo mais feita de não do que de sim. Certo estava o “poetinha” ao afirmar: “
o sofrimento é o intervalo entre duas felicidades”.

Recentemente, num aconselhamento pastoral, alguém me perguntou: pastor, quando é que Deus diz não?”. Eu pensei, pensei, e respondi: “Deus diz não quando você está disposto a obedecer!”. Em seguida, complementei: “e olhe, é só nesta circunstância que Ele assim faz, pois, se você não está determinado a isto, pouco importa o que vai ser dito, não é mesmo?”. Agora, eu é que lhe pergunto: é ou não é?...

Bjs, fiquem com Deus

Bom diaaa!!!!
Hoje tá maior chuva aqui e eu em casa esperando o cara que combinou de vir arrumar minha esteira pela manhã (agora são 11:32 hrs) :(
Mas vamos lá, como eu e Carol acordamos cedo, já fiz minha devocional, não compartilhei porque é um tema que ainda me causa muitas dúvidas. Trata-se mais ou menos da seguinte questão: Como termos o discernimento do momento de sermos fortes e corajosos e irmos pra cima dos nossos objetivos, do momento em que devemos descansar em Deus e esperar?
Confesso que isso sempre me causa dúvida, pois a Bíblia diz que nosso coração é enganoso, então como o tinha como parâmetro, agora, me perco um pouco (pra não dizer bastante..rs). Uma das coisas que li esses dias é que Deus nos deu um cérebro e ele é para ser usado..rs. Tendo em vista, este ponto de vista..rs, minha dúvida parece ridícula, mas é que nunca fui muito boa mesmo em minha capacidade de avaliação.
Preciso, de vez em sempre, de uns trancos, porque não enxergo um palmo na frente do nariz. Além do que, sou teimosa, e acho que, mesmo que tudo diga não, como Deus tem capacidade de intervir, eu espero até o fim dos 45 minutos do segundo tempo para então me conformar em perceber que aquele não era o tempo, ou talvez não era a vontade de Deus.
Como na semana que vem farei uma devocional na reunião da MCA, espero ter sanado estas dúvidas através da oração e do estudo bíblico, pois meu desejo é falar sobre isso, daí então, escreverei minhas descobertas..rs..à vcs!!!
Bom, mas enquanto isso não acontece, vou compartilhar com vcs um texto do Carlos Moreira, que é co-editor do Genizah, site que eu amoooo e dou muitas risadas com ele.
Os textos desse editor, eu vou te contar, são sempre muito bons tb. Eu meio que compartilho totalmente com as idéias dele de que, apesar de crentes, somos humanos, temos aflições, lutas externas e, muitas internas. Gosto do jeito dele, humano, de falar sobre todos nós, cristãos ou não.
Vamos lá:
 
Em tempos de teologia da prosperidade, dos “mais que vencedores”, daqueles que decretam e “deus” faz, dos que não adoecem, não se deprimem, comem das “iguarias da terra” e desfrutam do “melhor” que lhes está “reservado”, eu confesso: sou um derrotado!

Provavelmente não há esperança para mim... Existo em meio a contradições, minha alma está dividida, estou em “milhares de carros, eu estou ao meio”.
 A grande maioria dos meus sonhos nunca se cumpriu, boa parte dos projetos que idealizei deu em nada, já trabalhei sem ter resultados, me senti por vezes como Sansão, rodando a grande roda de moinho da vida sem sair do lugar.

Mesmo dizendo para mim mesmo que “tudo posso naquele que me fortalece”, continuo sentindo medo. Há “fantasmas” percorrendo as ruas sombrias da minha alma, lembranças que me atormentam, “vozes” que me assustam. Não raro sinto um aperto no coração, falta de ar, falta de espaço, falta de chão! Eu bem que queria ser daqueles que nunca retrocedem, que derrotam os “gigantes” e jamais caem na “batalha”, mas a verdade é que sou frágil, me canso, me desmotivo, sou como um qualquer, sou genérico, ainda que desejasse ser singular...   

Como disse o Lulu Santos em sua canção, já não tenho dedos pra contar de quantos barrancos despenquei, e quantas pedras me atiraram, ou quantas atirei”. Já me meti em muitas enrascadas, fiz escolhas desastrosas, perdi tempo, perdi dinheiro, perdi amigos, perdi vida, essa coisa preciosa que não se pode recuperar, vida que escorreu pelos meus dedos, seiva que se foi como um rio pelo esgoto do cotidiano.   

Na verdade, “eu não sou um homem; sou um campo de batalhas” como afirmou Nietzsche. Dentro de mim há fogo, dores, desencontros e paradoxos. Estou em “guerra” contra Deus, contra o meu semelhante, contra mim mesmo. Luto para saber quem sou, por que sou, de onde vim, para onde vou? Por vezes eu tenho as respostas, já em outros momentos sinto-me suspenso, dependurado sob a navalha da verdade, encurralado entre a razão e a fé, entre o real e o intangível.

Mais há uma fagulha em mim que teima em não apagar. Mesmo reconhecendo que perdi muitas coisas, nunca se extinguiu a paixão que sinto por Deus. Ainda que eu esteja neste atoleiro existencial, onde não se vai nem para frente nem para trás, continuo crendo, pois existir é absurdo, é contra-fluxo, é contra-mão.

Eis, então, surge a “dialética de Paulo”: “de todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos”. Talvez lhe pareça o coro dos insensatos, mas não é. É paradoxo, é mistério, é, sem dúvida alguma, incompreensível tentar compreender com as lentes da razão aquilo que só pode ser discernido pelo coração.

Talvez seja por isso que eu continuo, insisto, não desisto. Há dias que estou de pé e outros nos quais me arrasto pelo chão gelado do inimaginável. Vou, como diz Che Guevara, “derrota após derrota até a vitória final”. Faço como me ensina a Escritura, “diga o fraco: eu sou forte”. 

E quem foi que disse que só se vence quando se ganha? Que nada! Muito pelo contrário, há vitórias que só podem ser atingidas quando se é “derrotado”, pois é “morrendo que se vive para a vida eterna”! E aqui eu lhe afirmo: existe, sim, aqueles que só vencem ao fracassar, os que abriram mão de ser qualquer coisa que não seja em Deus.


Num mundo feito apenas para os “campeões”, prefiro ser perdedor. E se você quiser saber o que é derrota, eu vou lhe dizer, nas palavras de Martha Medeiros: “derrota é quando a gente ganha dos outros, mas desiste de si mesmo”. A bem da verdade, já desisti de mim muitas vezes, e só continuo por aqui porque “Ele” jamais desistiu...


Alguns vêem as coisas como são, e dizem 'Por quê?' Eu sonho com as coisas que nunca foram e digo 'Por que não?' G. Bernard Shaw
 
Bjs no coração!!
25 de janeiro de 2012
Oiiii
Achei esse texto super legal. Encontrei no blog Pense Treine . Farei pequenas modificações pra adaptá-lo melhor a mim. Espero que gostem.

A vida é muito curta para encontrar e criar inimigos, a vida é muito curta para se sentir frustado com pessoas. Eu não quero mais ter tempo para discutir, não tenho  mais tempo  para brigas e picuinhas ( muito menos infantilidades principalmente femininas...rs ) não tenho tempo para ficar discutindo a vitória, não preciso ganhar... não me importo se estou certa ou não ( foi o tempo...) o que REALMENTE me importa é sentir que estou no caminho certo, não tenho tempo de recordar e ficar remoendo meus erros, não tenho tempo para frustações acumuladas vazando em minha vida, limpo minha mente diariamente ( utilizo um excelente detergente, D E L E T O  e sigo em frente...) não tenho tempo de irritar, ofender, ferir ou desrespeitar as pessoas, não fico por aí plantando ervas daninhas nos jardins alheios. Meu tempo é limitado e procuro direcioná-lo para fazer coisas boas, não fico remoendo frustações, erros ou problemas passados, o que foi para a lata de lixo foi triturado, não tem volta! aprendi a parar de mastigar as coisas que me fazem mau, não me importar com injustiças,  afinal a vida é injusta! e quem diz o contrário, mente... sendo assim não mastigo o passado, não discuto... apenas sigo e frente, limpando minha mente de dentro para fora todos os dias, um corpo em forma é gerido por uma mente saudável, e não doente, frustada, triste, ciumenta e amarga...

Espero que tenham gostado, pois eu amei!!!

:))
 
 
Bjs no coração, daqueles beeeemmm grandão!!!


Oiiii
vou compartilhar com vcs do blog meus novos hábitos e os resultados que eles têm me trazido. Inclui atividade física, mais alimentação saudável e busca por equilíbrio. Quando tirei esta primeira foto, foi logo que cheguei em Natal, dia 28 de Novembro de 2011. A foto do meio foi tirada na chácara do meu primo Plínio e o processo ainda estava no início e a terceira foto foi tirada hoje, 25 de Janeiro de 2012. Na última pesagem tinha perdido 10 kgs, mas não quero mais ficar maluca atrás de balança. Vou fazendo e vou me pesando 1 vez por mês mais ou menos, o importante é saber que estou no caminho e me esforçando. Vou contar sempre pra vcs tudo o que eu descobrir de novidade pra ajudar tb quem quiser fazer uma R.A (Reeducação Alimentar). Confesso que cheguei a tomar Sibutramina, mas quero que no final, o resultado seja permanente e eu possa dizer: "foi esforço próprio e permissão de Deus".
Hoje tb consegui a vaga na creche pra Carol, que vai começar suas aulas dia 06 de Fevereiro e eu estou orando e pedindo a Deus uma direção pra que eu volte a estudar este ano. A viagem pro Nordeste me despertou em muitos pontos, foi uma benção de Deus em minha vida, por isso, amigas do blog, vou dar tb uma mudadinha na cara do blog, porque como disse meu primo Pierre, esse negócio de Tia não tá com nada, afinal de contas estou reassumindo meu corpo que ficou tão esquecidinho e vou fazer 36 anos ainda pra já me auto chamar de tia..kkkkk.
Quanto aos quitutes, as fotos ficarão, porque fizeram parte de uma fase muito importante da minha vida, só que não vou mais fazer porque, como já disse, quero ter uma vida saudável e fazendo brigadeiro, bombons, bolos e beijinhos isso tudo fica meio complicado..rsrs.
Por isso vou estudar de novo e estou a procura de um emprego.
Bjs no coração,
Fiquem com Deus,
Nah
23 de janeiro de 2012

Hoje, pela manhã, ao ligar o computador (não sei porque, mas, sinto uma profunda necessidade de fazer minha devocional com o note ligado..rsrs) vi o recado de Paulinho no meu orkut. Comecei claro, a chorar. Paulinho é meu primo querido, assim como Pablinho tb é, mas com ele estou tendo a oportunidade de ter mais contato, que conheci agora nesta minha viagem ao Rio Grande do Norte. Ele é o filho mais velho deste casal lindo, Genilza e Pierre, que estão nesta foto e, irmão de Paulinha, que tambéeemmmm está na foto..rs.
Tudo isso pra explicar que, mediante tudo que sinto em relação a eles, precisei voltar a este post, que eu já havia colocado no blog dias atrás pra tentar expressar tudo o que eles me fizeram sentir e tb, fizeram por mim e por Carol, minha caçula (acho que todos do blog já sabem de Carol..rs).
O que eu queria dizer é que Deus é realmente surpreendente. Em meio a uma situação conflituosa vivida por mim, logo no início da viagem, conheci Pierre, Genilza, Paulinho e Paula Geovana, a Paulinha. Claro que, em meio ao turbilhão inicial, conheci tb miha tia Rita, meu tio Paulo, Paulemberg, sua família, sua igreja, Plínio, sua família, Cristiane, sua família, a adorável Válbia, Socorrinha e tantos outros, que, por motivos pessoais, não puderam ser tão presentes, ou até mesmo foram, conforme puderam e, deram de si , aquilo que podiam naquele momento.
Isso sem falar das amigas que fiz como Ana Raquel e Samara.
Mas com Pierre e Genilza a experiência ultrapassou todos os limites do que eu considerava generosidade, amor, lealdade, respeito, preocupação, etc, etc e muitos etcs e tal.
Nós, como crentes, pregamos que a marca do cristão é o amor e, confesso ter ficado surpresa quando vi, tudo o que sempre ouvi, através desta família.
Eu queria aqui, além de deixar registrado mais uma vez meu agradecimento a eles, falar que aprendi que é realmente possível amar incondicionalmente, amar apenas para ver o outro feliz, se doar, mas aquela doação de coração mesmo.
O que está registrado na Bíblia para praticarmos é realmente possível e quando tivermos a oportunidade de amar alguém, sem pedir nada em troca, com seus defeitos e fraquezas, que o façamos pois, Deus usou desta família, para transformar o meu coração, para que eu pudesse acreditar que ainda existe uma chance pra mim, pois apesar de muitos exaltarem apenas suas vitórias, não é, na maioria das vezes, da primeira vez que se obtém o sucesso, ou que se alcança o objetivo tão almejado ou até mesmo necessário. O êxito, muitas vezes demora anos, mas vale a pena esperar ativamente por Ele. Porém, o êxito financeiro, não chega aos pés do bem que a paz pode nos trazer, que a família unida pode nos trazer, que um abraço amigo, que uma palhaçada, que um balanço de rede no alpendre, que registrar suas pegadas na areia pode nos trazer.
Tudo isso eu aprendi e, ao lado deles fui feliz como há muito tempo não era. Pra falar a verdade, não sei nem dizer quando foi que me senti feliz daquele jeito pela última vez, ou se é que senti alguma vez aquele tipo de felicidade. Felicidade por sentir a brisa do mar, felicidade por atender um telefonema ou ver um recadinho deles na net, felicidade por estar me sentindo uma mãe melhor, por estar rodeada de crianças...
Nunca vou me esquecer de que quando estava chorando, Pierre saiu da sua loja, para me levar uns filmes motivacionais pra eu assistir.
Nunca vou me esquecer que, ao saber que eu estava triste, Genilza, mesmo com sua mãe enferma em casa, sob seus cuidados, ligava pra mim  e dizia "venha pra cá agora, Pierre vai te buscar na hora que vc quiser", "olha , estou aqui, qualquer coisa, me liga".
Jamais vou me esquecer da preocupação de vocês quando saí daí com Carol doentinha...
Nunca vou me esquecer de tudo o que fizeram por mim e por Carol
Nem tenho como dizer tudo aqui, mas queria que minha gratidão fosse pública, mesmo sendo no meu pequenino blog...hehehehe.
Agora é a minha vez de dizer, sempre que precisarem, eu estarei aqui. Sei que tenho muito pouco a oferecer, perto de vcs, mas o meu coração, uma vez conquistado, me faz ir além do que eu imagino poder, além do que e, acima de tudo, tenho certeza que Deus tem uma obra maravilhosa na vida de vocês.
Amo vcs e aprendi com vcs um pouco mais do que é amar!!!
Deus abençoe vcs poderosamente e a todos da minha família que eu tanto quero bem!!!!
Bjs no coração!!!
Em Mossoró e Assú dei meu testemunho de vida e sobre meu processo de conversão. Aqui, foi na Igreja Batista Ágape em Mossoró, do pastor Paulemberg, meu primo.
Beijos e saudades. Que Deus abençoe a todos os irmãos dessas igrejas tão queridas.
Estarei orando por vs.
Halley, se alguém ler este post, que te fale que eu amei conhecer vc irmão querido (alguém me mande uma foto da igreja de Assú e de halley? quero por aqui) e me perdoem todos por que eu sou muito, mas muito falha.
Abraços fraternais tb ao Pastor marcelo, sua esposa e à Igreja Batista
Bjs no coração
Oiiii
Cheguei quinta - feira em casa, mas, após o cansaço, arrumação das coisas, após rever meu filho Gabriel, que era uma preocupação muito grande pra mim, pois eu sabia que ele estava sentindo minha falta, após rever meu pai tão querido e, adivinhem? MINHA IGREJAAAAAAAAAAAAA..rs!!!! Decidi que segunda - feira, hoje, era dia de retomar alguns hábitos, como minha devocional diária, retomar meu blog e rever alguns outros hábitos e práticas. Nem preciso dizer que a primeira coisa que fiz foi orar a Deus e apresentar a Ele tudo o que estou pensando pra ver o que Ele acha e qual Sua orientação, pois desde a penúltima postagem, Deus tem falado muito comigo e eu nem consigo acreditar que escrevi que estava triste com Deus porque Ele não me permitiu ficar no Nordeste. Como muitas vezes sou ridícula, absurdamente retardada..rs. Deus me presenteou com uma viagem tremenda, maravilhosa, linda por quase 2 meses, na qual conheci minha família, novas pessoas, outros hábitos, emagreci, falei de Jesus, consegui voltar a andar mais que 15 minutos (era o que eu conseguia antes em função da falta da musculatura), se totalizar, fiquei 1 mês na praia entre idas e vindas, pertinho do mar que eu sempre amei muito e eu estava chateada com Deus?
Me perdoe Senhor, de coração, me perdoe. Nem me lembrava disso....
Por isso é, que eu sempre procuro me lembrar que, quando algo tá doendo, tá difícil e eu sei que estou buscando a Deus, posso ficar firme e esperar que, logo logo, eu verei que era a mão de Deus trabalhando para o meu bem. Só que, apenas conseguimos ver que era pro nosso bem quando amanhece e o que era escuro se torna claro. Não é a toa que a Bíblia diz que "O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã".
Hoje, consigo ver que o melhor lugar pra eu estar, neste momento, é em casa mesmo, na minha cidade. aqui terei o tempo que precisar pra colocar minha vida em ordem, sem pressão. Ontem, na igreja, o irmão pediu que abríssemos no Salmo 91 para uma leitura responsiva. Salmo 91? Ahhh, tranquilo, nada demais. Só que ao pedir pra igreja para lermos este Salmo, ele falou mais ou menos assim "que era o salmo daqueles que escolhem se refugiar no Senhor". Eu nunca tinha pensado neste Salmo nesta perspectiva, mas, como  é exatamente isso que estou procurando fazer, cada vez que líamos um versículo meu coração pulava dentro de mim.
Quando pensei em voltar, confesso que a motivação maior pra eu começar a pensar em voltar foi o medo que começou a me dar por eu estar muito afastada da igreja. Somente firme com Jesus eu poderia tomar decisões sábias, de acordo com Sua direção. Vale dizer que eu não me afastei de Jesus, orava e buscava a Deus sempre, mas quando estamos juntos com o povo de Deus a conversa é outra e eu sei disso. Eu comecei a desconfiar pois quando me dei conta, estava preferindo ficar na praia..rs (não que a praia não tenha sido benção, mas como disse minha querida prima, um galhinho só permanece aceso se estiver junto aos outros que formam a fogueira. Sei que precisamos estar juntos, sempre!!!!
Vim pra Prudente, doida pra me sentir segura nos braços do meu Pai, do meu Deus e ouvir o tão famoso Salmo 91 de uma forma agora diferente aos meus ouvidos, foi mais um presente de Deus. Sei que Ele me protegeu todo esse tempo, me sustentou, transformou algumas coisas ruins em bençãos, mas agora é hora de me aquietar pra ouvir Sua direção. "Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor, Ele é meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza e Nele confiarei (...). E por aí vai.
Me lembro agora daquela música da Ana paula Valadão que fala "Como é bom poder pertencer a um Deus de amor, como é bom poder confiar em Sua fidelidade. Eu espero em Ti, eu descanso em Ti. Eu te adoro, Deus de amor"!!!
Como se não bastasse, ontem na MCA a lição que estudamos foi sobre ESCOLHAS. Aff, nem acreditei quando vi este tema na losa. Essa tem sido justamente minha oração: O que o meu coração deseja é o que o Senhor deseja pra mim? Minha escolha está correta? Tenho perguntado isto a Deus, pois algumas coisas mudaram dentro de mim durante a viagem e não quero mais ficar como estou, nem aonde estou...
Durante a reunião, vi em cima da mesa, a Bíblia da Luciene aberta em Josué. Aff, para tudo. Josué é o livro que resolvi começar a estudar assim que cheguei em Prudente porque Deus estava falando já ao meu coração algumas coisas que estão em Josué. Mas, pra resumir, não sei ainda se estou certa, porém, penso que em nossas decisões a primeira coisa que devemos colocar na balança é se aquilo será edificante espiritualmente e se glorificará a Deus. Josué falou ao povo que agora liderava, se vcs quiserem seguir seus deuses que sigam, mas, eu e minha casa serviremos ao Senhor. Esta foi uma decisão acertada. Agora, exemplo de decisão errada: agir segundo a cobiça. Abrãao iria montar suas tendas em uma grande área e, como estava tb com seu irmão, pediu que ele escolhesse primeiro aonde ele queria montar sua tenda. Ló, movido pela beleza do lugar, escolheu se acampar próximo a Sodoma e Gomorra, sem se atentar ao fato de que a proximidade daquela cidade promíscua, lhe seria extremamente prejudicial e lhe corromperia.
São detalhes que não nos atemos e que talvez só Deus possa ver em determinado momento, por isso que nossas decisões não podem ser precipitadas e devem passar primeiro pela "peneira"de Deus, porque Ele vai olhar além, onde nossos olhos não conseguem alcançar. Ontem tb lemos Provérbios 16 que é muito interessante pra quem pensa em tomar alguma decisão. Isto quer dizer então que, é bom pra todos nós pois, creio que temos que tomar decisões quase que diariamente. Provérbios 16 é inteiramente interessante, mas olha só o que diz o verso 2 e 3 "Todos os caminhos do homem são limpos aos seus olhos, mas o Senhor pesa os espíritos. Confia ao Senhor as tuas obras e os teus pensamentos serão estabelecidos".
Eu cheguei em Prudente pensando: preciso emagrecer, fazer pós ou estudar pra um concurso, colocar Carol em uma escola, preciso disso, daquilo, nossa vou me contorcer de tanto esforço.
Não que eu tenha desistido de tudo isso, mas ontem Deus falou comigo, da manhã ( na EBD) ao anoitecer (Reunião da MCA e culto). A pregação foi sobre a Soberba, começando com "A soberba precede a ruína" (Provérbios 16: 18), indo depois para Daniel 4: 30, no qual o rei Nabucodonossor, passeando pelo palácio real disse "Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei pra casa real coma força do meu poder e para a glória da minha magnificência?"
Meus queridos, de Deus não se zomba. Se respiramos é porque Ele nos dá o oxigênio, se alcançamos algum posto alto em nossas vidas é porque Ele nos colocou lá. Não façamos como Nabucodonossor que, acreditando ser a sua força a causadora do seu poderio, logo foi repreendido pelo Senhor, pois na Bíblia diz que estando ainda a palavra em sua boca, uma voz caiu do céu e disse "passou de ti o reino, e serás tirado dentre os homens e a tua morada será com os animais do campo, far-te-ão comer erva como os bois, e passar-se-ão sete tempos sobre ti, até que conheças que o Altíssimo tem domínio sobre os reinos dos homens e os dá a quem quer" (Daniel 4:32).
Thiago, o filho do nosso pastor, foi quem pregou ontem, e, dirigido por Deus, disse "enquanto servimos a Deus e O colocamos em primeiro lugar nas nossas vidas e a Ele, unicamente a Ele, damos toda honra e toda glória, Deus vai nos dirigindo pra onde Ele quer e colocando cada coisa em nossas vidas em seu devido lugar. Não sejamos insensatos, e isso serve primeiramente pra mim, que eu não seja insensata pois Deus é quem vai me dirigir e me colocar em lugares inimagináveis. Não estou aqui me referindo a dinheiro, poder e coisas do tipo, mas Deus sabe exatamente o que precisamos e Ele é surpreendentemente criativo e misericordioso na hora e no modo de nos dar coisas que nem imaginávamos. Deus é um Deus justo, mas também bondoso e abençoador, apenas não há, em nenhum lugar na Bíblia alguma passagem que exalte o orgulho e a altivez como algo bom. Orgulho nunca é bom e Deus quer que o glorifiquemos e nos coloquemos no lugar de criatura e não de criador, como temos feito.
Depois Tiago falou do rei Uzias (II Crônicas 26:5 até o final). "Uzias deu-se a buscar a Deus nos dias de Zacarias, sábio nas visões de Deus, e, nos dias em que buscou o Senhor, Deus o fez prosperar "(2 Crônicas 26:5), só que, "Mas, havendo-se já fortificado, exaltou o seu coração até se corromper, e transgrediu contra o Senhor, seu Deus (...) (2 Crônicas 26:16).
Conclusão: O rei Uzias terminou seus dias isolado de todos por causa de uma lepra que o atacou.
Todas essas coisas falaram muito ao meu coração. A mim cabe orar a Deus, buscar Sua direção e, ao recebê-la, obedecer. Oro para que não se exalte o meu coração e para que Jesus seja o meu maior amor, minha maior riqueza.
É difícil morar aqui na chácara? Sim, não é das tarefas, a mais gostosa, mas será que estou preparada pra sair pro mundo e continuar tendo o Senhor como centro da minha vida, sem me exaltar?
Que eu seja pequena aos olhos dos homens, mas que Deus seja o meu maior tesouro, a quem mais eu deseje agradar. Que o temor ao Senhor continue a me guardar e que Deus me perdoe por minhas inúmeras falhas. Com Deus ou é tudo ou nada e eu sei, hoje eu sei, que Deus me guardou durante a viagem pois por pouco não dou uma de doida e satisfaço apenas os meus desejos egoístas, como a busca por um corpo magro, por exemplo. Emagrecer é meu alvo (aliás, desde o ano passado..rs) e vou perseguí-lo, mas que nada, nada, seja maior que o meu desejo de agradar a Deus.
Conto com as orações dos meus irmãos em Cristo que lêem meu blog, pois estou colocando os planos que fiz, no altar do Senhor e, esperando Sua resposta para que seja feita a Sua vontade e não a minha. Depois, vou ver se escrevo sobre a devocional do dia 22 de janeiro do Pão Diário, que fala sobre a espera ativa pela direção do Senhor, de Simeão.
Deus abençoe a todos e tenha misericórdia de nós!!!
Beijos no coração
Abaixo segue foto minha com Carol no avião, retornando a nossa casa.

SENHOR, OBRIGADA POR TER ME GUARDADO TODO ESSE TEMPO. OBRIGADA PELO SEU PERDÃO, PELA SUA MISERICÓRDIA, POR SUA MÃO ESTENDIDA PRONTAMENTE A MIM QUANDO ME VIA TÃO FRACA. OBRIGADA SENHOR. EU TE AMO. ME AJUDA A TE DAR INTEIRAMENTE O MEU CORAÇÃO, SEM RESERVAS, DAÍ ENTÃO TALVEZ EU ESTEJA PRONTA PARA IR AONDE O SENHOR ME ENVIAR!!!
10 de janeiro de 2012

RECEITA: DISCIPLINA E FELICIDADE

Oiii, nossa quanto tempo. Ainda estou viajando. Tempo de descanso? Sim. Mas tb de muitas angústias. Cheguei aqui no Rio Grande do Norte cheia de sonhos, esperança de uma vida nova (vou fazer desse meu desabafo uma oração). Eu estava sofrendo muito porque sempre me diferenciei muito do restante da minha família materna e tb por causa das situações e lutas que eu estava passando. Quando então, minha prima Poly, me chamou pra vir pra cá, pro Rio Grande do Norte.
Eu imaginei que Deus estava dando um basta no meu sofrimento e que uma nova história Ele tinha pra mim.
Porém, fiquei pouco tempo em Natal com minha prima e logo vim para Mossoró, interior, pra casa de minha tia. Aqui, aprendi a amar esta enorme parte de mim, que eu não conhecia, mas sempre ouvi falar que eu era muito igual a eles. Cheguei aqui e renasci. Cheguei aqui e fui amada, me identifiquei, sei tb que, como tudo está confuso na minha cabeça, magoei algumas pessoas, porque cheguei aqui gorda, manca, com uma filha  de quase 3 anos mas que dá trabalho por 20, sem muito dinheiro, precisando colocar Carol na escolinha, emagrecer, arrumar emprego, alugar uma casa e servir ao Senhor.
Cheia de planos, cheia de sonhos. Crente de que tudo daria certo porque sei que sou híper, super falha mas, sou filha de Deus.
Passei momentos maravilhosos, mas muitos difíceis tb. O tempo passou, o emprego não veio (tive pouco tempo tb), a chance de por Carol na escola tb não e agora não vejo outra alternativa a não ser voltar. Aqui tive momentos tão felizes que cheguei a perder 10 kilos, comi salada de repolho (quem tem Porfiria não pode), e eu, que era tetraplégica, fiz caminhada de 1 hora e meia na praia, nadei no mar, fiz minha filha dormir na rede deitadinha no meu colo apenas com o vento que vinha da praia balançando a rede, ri, chorei, fiz novas amigas....
Agora, agora volto triste, magoada, sem entender porque tenho que voltar, fico pensando que Deus não está me permitindo ficar.
Não consegui me adaptar tb muito a igreja daqui porque pra mim só existe uma igreja no mundo que é a minha. Sei que é absurdo, mas talvez vc me entenda se vc, ao buscar uma igreja tenha orado por um bom tempo, chorado por não estar se sentindo compreendida na igreja em que está e, derrepente Deus te mostra a igreja que era igualzinha a dos seus sonhos, e  seu pastor é realmente um homem de Deus, sua professora de EBD, é aquela que realmente Deus escolheu, os irmãos são unidos ao máximo, vc vai me compreender . Eu olhava pro telão da minha igreja durante o culto e, quando não estava passando nada, ficava projetado apenas o nome da minha igreja e aquilo me emocionava de uma tal maneira. Uma imensa gratidão a Deus invadia meu coração pela minha igreja querida.
Porém, minha felicidade, na maior parte do tempo, era apenas enquanto eu estava na igreja ou com meus irmãos em Cristo.
Estou com o coração tão dividido. Queria tanto ficar, mas não me restam mais forças pra lutar.
Talvez este tempo tenha sido o de Deus pra mim. "Apenas" este tempo, e quando penso isso, me sinto tb ingrata para com Deus porque Ele me proporcionou momentos que somente Ele poderia me proporcionar. Tenho orado pra tentar discernir melhor o que Deus quer pra mim e de mim neste momento e, lendo alguns textos na net achei este interessante e resolvi compartilhar com vcs. Espero que gostem! E que orem por mim!

Como discernir a vontade de Deus
1. Convicção interior


A direção do Espírito geralmente vem a nós através de uma testificação interior em nosso espírito. Uma vez que Deus fala ao nosso espírito, ou seja, ao nosso homem interior, é essencial que desenvolva¬mos as faculdades do nosso espírito ao nível mais elevado possível (Pv 20.2). Ele nos ilumina em nosso espírito. O seu espírito sabe muitas coisas que a sua mente não sabe, pois Deus já falou ao seu espírito coisas que a sua mente ainda não pode compreender (lCo 2.14).

2. A Palavra e Deus escrita

A Bíblia é o nosso guia mais confiável e possivelmente o mais simples de se usar. A voz interior em nosso espírito é uma experiência um tanto quanto subjetiva e insegura. Ela pode ser influenciada por nossas emoções ou desejos pessoais. Precisamos, portanto, submeter experiências assim a um julga¬mento objetivo e seguro. A Bíblia é exatamente a fonte certa para esse julgamento. Podemos, porém, “fazer” com que a Bíblia diga o que queremos que ela diga. É preciso que haja uma integridade de coração em nossa abordagem. Muitas vezes, as pessoas propositadamente procuram por uma passagem bíblica que apoie o que elas querem crer. Isso é conhecido como “torcer” as Escrituras, algo danoso à fé e ao julgamento correto. O Espírito de Deus nunca discorda da Sua Palavra. O Espírito Santo nunca lhe diria para fazer algo que é condenado pela Bíblia. Ele nunca o conduziria contrariamente aos claros princípios expres¬sos na Bíblia.


3. A paz de Deus (Cl 3.15)

No original, a palavra traduzida por “domine”, nesse versículo, é “juiz” ou “árbitro”. Imagi¬ne um jogo de futebol. Enquanto tudo está indo de acordo com as regras o apito do árbitro está em silêncio, porém, quando há uma infração das regras, ouve-se o apito, e é preciso que o jogo pare imediatamente. Os jogadores, então, olham para o árbitro para descobrirem o que aconteceu de errado e qual é a sua decisão naquela situação. Assim que ele der a “sentença”, o jogo pode prosseguir novamente.
É assim também com a paz de Deus em nossos corações. Quando as coisas estão fluindo no propósito de Deus, há uma paz interior profunda em nossos corações. Se por acaso perdemos essa paz, então precisaremos olhar para o Espírito Santo para descobrirmos o erro. Por que perdi a minha paz? Ele nos mostrará onde estamos errados e como corrigir a situação. Quando fizermos isso, pedindo perdão a Deus e voltando ao caminho certo outra vez, a nossa paz será restaurada.


4. Um aconselhamento maduro (Cl 3.15)

Devemos submeter as nossas impressões ao discernimento de outros membros do Corpo. Isso pode ser feito no meio dos crentes nascidos de novo, aos quais você se uniu como Igreja. Coloque o assunto diante do grupo e, se houver uma resposta de paz unânime, então você pode ficar certo de que Deus está confirmando a direção que você recebeu (Pv 11.4; 15.22). Procure o aconselhamento de pessoas espiritualmente maduras que tenham uma credibilidade provada com relação à sabedoria. Pedir conselhos a pessoas espiritualmente imaturas somente lhe trará mais confusão e incerteza.

5. As circunstâncias

É importante entender como as circunstâncias podem nos servir também de luz para a nossa navegação a fim de estarmos sempre no centro da vontade de Deus. Há ocasiões em que você tem que se esquecer de todas as circunstâncias e obedecer a voz de Deus. Todas as circunstâncias podem ser contrárias e ainda não invalidar a orientação que Deus lhe tem dado. Na maior parte das vezes, porém, ao andar no centro da vontade de Deus, você notará que as circunstâncias confirmam a sua orientação.
Agora é importante relembrar que nem sempre ocorre assim. Há ocasiões em que todas as circunstâncias são contrárias, mas você tem a Palavra de Deus bem clara no seu coração. O fato de ter um Mar Vermelho à sua frente não significa que você não conseguirá atravessá-lo. Deus o trouxe até esse ponto e ele mesmo há de providenciar um meio para você passar. Mas eu gostaria também de dar uma advertência: é possível entrar no rio Jordão e afogar! Porque, se você não tiver a Palavra do Senhor, não adianta tentar mudar as circunstâncias. Sem a certeza da direção de Deus, não é fé ir em frente sem olhar para evidências externas, é presunção!


6. A providência de Deus

Quando Deus lhe diz para fazer alguma coisa, você pode contar que Ele começará a abrir as portas para que você a realize. Se Ele estiver guiando você numa determinada área, então as Suas providências começarão a surgir a você naquela área. Comece a andar e você receberá uma direção. Creio que um apoio bíblico para esse conceito está em Génesis na passagem em que o servo de Isaque é enviado para buscar uma esposa para o seu mestre (Gn 24.27).
Em outras palavras, uma vez que ele havia partido em sua jornada, Deus lhe deu a direção (Sl 37.23). Se você ficar sentado esperando por uma revelação, talvez você fique assim para sempre. Se você começar a se mover e estiver indo na direção errada, o Senhor lhe dirá. Ao começar a se mover em harmonia com a vontade de Deus, os suprimentos surgirão diante de você, dando-lhe uma certeza e confiança interior. Lembre-se que as circunstâncias somente servem de confirmação se você honestamente estiver buscando fazer a vontade de Deus. Se você se humilhar e se entregar diante dele ele certamente abrirá as portas diante de você.

Bjks, fiquem com Deus